A Menina do Coração Tagarela

Esse coração fala demais.

Permita. Deixe-o entrar!

Às vezes é necessário acontecer à perda para significar
algo a alguém, no entanto, este é um meio suplico de reconhecer sentimentos e ações. Na perda todo homem faz um reflexo de si, de suas passagens, de todas as suas atitudes... Apenas as mais belas sensações podem alcançar pilares tão altos que muitos caminhos são percorridos até ser, merecidamente, completos. É como um filme. Tudo o que foi vivido, todos os sorrisos, brigas, choros, conquistas são lembrados um momentos antes e ficam as dúvidas perante decisões tomadas, escolhas, lutas. Fecham-se os olhos. Existe alguma coisa que não pode entrar no coração? Retire-o hoje e faça-o feliz, faça-o cada lágrima ser enxuta, salve a alegria alheia, corra em busca da felicidade; o orgulho te cega, esta é a hora, acabe com os laços. Como está a sua vida? Se entregue e tudo será transformado, cabe a ti responder pela mudança. É triste, lamentável. Não calarei... Até estar presente e bem. Que Ele bata a sua porta e permita-O entrar ou permaneçam inertes as loucuras e ao sofrimento de quem nunca sofreu realmente. Mas nada há um fim realmente; o que poderei seguir? Caminhos largos ou estreitos? Facilidades repentinas constroem um muro irreal e facilmente será derrubado com um sopro. Sem mesmo um chão, alguém para guiar cada passo, tente encontrar um abrigo que seja longe, muito longe, pois só assim conquistará o que não pensas e verá o que deixou de bom para trás na tentativa da fantasia. Se toda fábula fosse perfeita não seria lida, seria vivida e só as coisas ruins seriam postas em livros nos mais distantes lugares e que a sua localização fosse impossível. Embora o real não seja tão obstante desta vida, ou não! Alguns vivem no mundo paralelo ao seu e outros se limitam a poucos passos e muitos imaginam com o melhor e este até chegam a níveis altos e alegremente exibem suas conquistas... Consoante as variáveis existentes há tristezas que não são consoladas e dores intermináveis e como deixá-las então? De alguma forma tem que sair, basta querer mudar. O que se pode, enfim, dizer do que é esperado do início do ciclo de crescimento até seu fim: é mudar. Simples e tão brusco, tão longe do alcance das mãos e difícil de ser compreendido. Agora o homem reflete seus atos e segue sem destino à procura da bonança que não vem... E na perda, só assim, sinto o que ninguém sente: amor próprio, amizade, compaixão, perdão e sinceridade. Fatores tão leves, de significados fáceis de falar e que percorre caminhos que vão além do que os olhos podem ver. É engraçado, é complicado, é bom. No fim, tudo acaba, mas só é o recomeço.