A Menina do Coração Tagarela

Esse coração fala demais.

Sentimentos sazonais

Foto: blog Adegarcia

    Eu sempre me pergunto por que vivo sentimentos sazonais. Não entendo bem o que esses sentimentos querem de mim, mas só sei que consomem as minhas forças e quando acredito que o que sinto está sólido, ele se desmancha como um castelo de cartas. Basta um silêncio para que este sentimento ganhe força.
     Tento viver intensamente o tal sentimento ‘perveso’ no seu período ‘glorioso’, quando menos espero ele se foi e ficam as dúvidas. Tantos por quês sem respostas. Tantas desilusões vividas, mas parece que não aprendo esta lição... Já tentei deixar para lá, já busquei outros meios, superar o que foi ‘perdido’, porém não compreendo e acabo vivendo tudo de novo, pensando nas mesmas coisas e lamentando sempre, batendo na mesma tecla.
      Eu não sei até quando isso vai continuar, mas confesso que já estou muito cansada de viver coisas que não me trazem mais prazer. Muito embora, quando os vivo consigo me desligar completamente do passado para me iludir com o presente. Tantas coisas e poucas delas mudaram, algumas permaneceram e não vejo muita mudança. Apesar disso, por eu ser tão tola, e querer ‘viver intensamente’ cada instante, me faz apagar as dores e as desilusões.
     Após toda a tempestade de emoções, acordo para a realidade e me sinto usada. Sim, usada! É tão irritante me sentir deste jeito, tão descartável. Parece que sirvo apenas para um momento e ponto final. 
    Eu penso desta maneira, mas se não é deste jeito, por que eu só vejo esta possibilidade? Por que não há uma resposta sequer? Sabe de uma coisa, já estou farta! Não aguento, não suporto esta condição. Hoje tenho outros meios e, ainda bem, tem me sustentado. Ok, adeus ao que seja sazonal na minha vida. Cansei de ti. Ora é alegria intensa, ora é desconfiança. Que coisa! Não entendo, espero estar pensando errado para que eu não perca toda a magia do ‘novo’ e do ‘velho’ que sempre encanta.