A Menina do Coração Tagarela

Esse coração fala demais.

A lamúria do cansaço

Lamento a cada momento se não o vivi como se deveria, ou apenas seria mais dedicado. Bate o cansaço e não entendo o porquê disso. O que sei é que o sentimento nesta hora é de desgaste. O lado emocional esta se esvaindo, as forças já estão fracas e não consigo me sustentar em pé. Estou cansada! É o que posso dizer agora. Cansei de tudo que faço. De tudo que leio, de tudo que escrevo, de tudo. Até de mim... As lágrimas já não resistem mais.
Cansei de mim, de acreditar, de lutar, de respirar, de tentar controlar toda raiva, todo pesar sobre mim, além de que tentando afastar o passado vem o próprio presente para me atormentar. Já não sinto uma alegria verdadeira. Pressão! Não penso, não durmo, não... E não alimento o meu ego, esqueço do que gostaria de fazer, e odeio o que não posso conseguir.
Agora, lamento; não sei mais o que sentir, não sei mais por onde caminhar; o tempo passa e continuo na mesma sem fazer nada do que deveria e do não estar construindo o sonho que aos poucos dou forma. Estou só, deprimida, cansada e desesperançada pela mudança que agora não creio que há para mim, ontem eu queria, hoje desisto! Estou cansada! Volto a repetir.
O sorriso já não e mais contente, já desfaleceu por tudo que está acontecendo em favor da minha queda. Outro dia ouvi que sou conquistadora. Até agora conquistei nada e meus esforços... Que esforços? Nada fiz... Lamento ou choro? Não sei. Estou vivendo e acalmando o coração sofrido e a mente confusa. Desejos desfeitos e vontades acabadas. As coisas acontecem para me derrubar e parece que está conseguindo. O que me resta é esperar. Talvez lute. Talvez amanhã esteja melhor. Por que agora estou inerte e não respondo aos estímulos naturais desta vida. Quero viver, mas não assim.

3 Comentários:

sai daewwwwwwww!

 

É como um caminho com pedras... Mas se elas atrapalham a gente escala, até enxergar o outro lado...

:)

:*

 
Este comentário foi removido por um administrador do blog.